Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de abril de 2012

PELA LEGITIMA DEFESA

 Atualmente existe uma campanha promovida pelo Governo tentando transformar todo brasileiro em pusilanime e covarde. Recomenda que ninguém reaja a um assalto ou tentativa de sequestro seu ou de algum de seus familiares. Mas, na realidade, o Estado não nos dá a devida proteção, nos deixando à mercê da sanha cruel de bandidos da pior espécie.
Foi realizado um plebiscito sobre desarmamento do cidadão de bem e mais de 60% da população se manifestou contra. Mesmo assim, através de subterfúgios, os "defensores da paz" criaram o absurdo Estatuto do Desarmamento, restringindo ao máximo apo direito do cidadão de ter uma arma para legitima defesa de sua vida, de seu patrimônio e de seus entes queridos.
Concordo com as dificuldades impostas para aquisição de uma arma de fogo, ou seja:

Posted by PicasaArt. 4º Para adquirir arma de fogo de uso permitido o interessado deverá, além de declarar a efetiva necessidade, atender aos seguintes requisitos:
I – comprovação de idoneidade, com a apresentação de certidões de antecedentes criminais fornecidas pela Justiça Federal, Estadual, Militar e Eleitoral e de não estar respondendo a inquérito policial ou a processo criminal;
II – apresentação de documento comprobatório de ocupação lícita e de residência certa;
III – comprovação de capacidade técnica e de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo, atestadas na forma disposta no regulamento desta Lei.
Art. 5º O certificado de Registro de Arma de Fogo, com validade em todo o território nacional, autoriza o seu proprietário a manter a arma de fogo exclusivamente no interior de sua residência ou domicílio, ou dependência desses, ou, ainda, no seu local de trabalho, desde que seja ele o titular ou o responsável legal pelo estabelecimento ou empresa.
Mas ao adqurir minhas armas paguei um trbuto para registro definitivo, e hoje querem que eu faça um registro anual, pagando uma taxa totalmente ilegal, uma verdadeira coação.
Quanto ao porte de arma as restrições são maiores e também concordo.
Art. 6° O porte de arma de fogo fica condicionado à autorização da autoridade competente, ressalvados os casos expressamente previstos na legislação em vigor.
Art. 7° A autorização para portar arma de fogo terá eficácia temporal limitada, nos termos de atos regulamentares e dependerá de o requerente comprovar idoneidade, comportamento social produtivo, efetiva necessidade, capacidade técnica e aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo.
§ 1° O porte estadual de arma de fogo registrada restringir-se-á aos limites da unidade da federação na qual esteja domiciliado o requerente, exceto se houver convênio entre Estados limítrofes para recíproca validade nos respectivos territórios.
Além de todas as restrições, que também concordo, hoje se gasta em torno de R$2.000,00 (dois mil reais) para tirar um Porte Federal válido por 4 anos.
 As estatísticas, ao contrário do que pregam os desarmamentistas, demonstram que são raríssimos os crimes praticados por possuidores de armas regulamentadas, mais de 96% dos homicídios são cometidos por bandidos e por policiais no estrito cumprimento do dever.
Portanto, compre uma arma legal, habilite-se no seu manuseio e manutenção, matenha-a em lugar seguro e DEFENDA-SE sempre que possível.

5 comentários:

Carlos Cwb disse...

Tô nessa!
Onde assino???

Pedro "Baleiro" disse...

Carlos faça contato: postmail@pelalegitimadefesa.org.br
Seja bem vindo. Um abraço.

fernandolapagesse disse...

Concordo Pedro.
Tive meu Porte Federal e, durante todo o seu exercício, nunca me envolvi em qualquer ato que infringisse qualquer dispositivo legal. Nunca dela me servi, a não ser para defender minha propriedade contra ladrões de gado...
Gado POI Jersey que seriam abatidos para venda de carne na região...
Um absurdo...
Concordo integralmente com suas posições.
Um abraço e muito obrigado pelos endereços eletrônicos.
Luiz Fernando Lapagesse

fernandolapagesse disse...

Concordo Pedro.
Tive meu Porte Federal e, durante todo o seu exercício, nunca me envolvi em qualquer ato que infringisse qualquer dispositivo legal. Nunca dela me servi, a não ser para defender minha propriedade contra ladrões de gado...
Gado POI Jersey que seriam abatidos para venda de carne na região...
Um absurdo...
Concordo integralmente com suas posições.
Um abraço e muito obrigado pelos endereços eletrônicos.
Luiz Fernando Lapagesse

Anônimo disse...

Buenas!
Possuo arma de uso pessoal. Me criei no Rio Grande do Sul, onde todo gaúcho que se preze, tinha que ter um 38, cujo cano deveria aparecer para fora do coldre. Raros eram os homicídios, pois todo o mundo se respeitava. Mas hoje, o cidadão não pode ter arma, mas o bandido tem, e é cada vez mais fácil adquirir no mercado negro. Alguma coisa está errado. E o uso de arma por policiais está cada vez mais limitado - não podem usar algemas, não podem abordar pessoas de arma em punho, não podem disparar por advertência, cada disparo deve ser justificado aos superiores, etc. E a bandidagem pode usar livremente. Matam sob a alegação de que "a vítima reagiu".
Beleza Pura, é BRAZIL !
ABRAÇO
Pedrão-SMO